Realizado por

X Escola Potiguar de Computação e suas Aplicações
A Internet conectando tudo e todos
23 a 25 de outubro de 2017  |  Natal-RN, Brasil

Saiba mais

Apresentação

A EPOCA 2017 é décima edição da Escola Potiguar de Computação e suas Aplicações, um evento regional realizado anualmente com o objetivo principal de promover a interação e aproximação de estudantes, professores, pesquisadores e profissionais da área de Computação e afins no Estado do Rio Grande do Norte e Estados vizinhos. O evento possui ainda um papel significativo na divulgação e promoção do desenvolvimento científico e tecnológico no intuito de contribuir para a interiorização da Ciência no Brasil, discutindo e difundindo os diversos esforços que estão sendo empreendidos para o fortalecimento da política de ciência, tecnologia e inovação na área de Computação.

Desde a sua primeira edição, realizada em 2008, a EPOCA conta com o envolvimento das principais instituições públicas de Ensino Superior do Estado do Rio Grande do Norte, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Diante de sua relevância na disseminação do conhecimento entre estudantes, professores, pesquisadores e profissionais de mercado do Estado do Rio Grande do Norte e vizinhanças, a EPOCA vem contando ao longo de suas edições com forte apoio da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), por meio de sua Secretaria Regional do Rio Grande do Norte. A SBC, maior sociedade da área de Computação da América do Sul, possui 38 anos de existência e um de seus objetivos principais é estimular o desenvolvimento científico e tecnológico em todo o Brasil, missão com a qual a EPOCA tem contribuído em âmbito regional.

Como resultado da realização da EPOCA, espera-se que os estudantes, pesquisadores e profissionais participantes se familiarizem com o estado da arte da pesquisa em Computação, através das apresentações de trabalhos, além de atualizarem seus conhecimentos e habilidades através das palestras e tutoriais. Um outro resultado muito importante que se espera do evento é o estabelecimento de contatos e possíveis projetos futuros em parceria, dinamizando a rede regional dos pesquisadores em Computação.

A Internet conectando tudo e todos

A EPOCA, apesar de ser um evento que aborda as mais diversas áreas da Computação, elege anualmente uma temática central para direcionar as atividades que serão conduzidas em sua programação. Neste ano de 2017, o tema será voltado principalmente para o paradigma de Internet das Coisas (IoT, do Inglês Internet of Things). O paradigma de IoT preconiza um mundo de objetos físicos embarcados com sensores e atuadores, conectados por redes sem fio e que se comunicam usando a Internet, moldando uma rede de objetos inteligentes capazes de realizar variados processamentos, capturar variáveis ambientais e reagir a estímulos externos. Esses objetos interconectam-se entre si e com outros recursos (físicos ou virtuais) e podem ser controlados através da Internet, permitindo o surgimento de uma miríade de aplicações que poderão se beneficiar dos novos tipos de dados, serviços e operações disponíveis. Esse tema é, portanto, de alta relevância, pois cada vez mais tem sido possível perceber o alto impacto da Computação na presença generalizada em torno das pessoas e na variedade de coisas ou objetos que são capazes de interagir uns com os outros.

Nessa perspectiva, a edição 2017 da EPOCA ampliará o escopo e objetivos das edições anteriores para:

Chamada de Trabalhos

A EPOCA 2017 convida estudantes, professores, pesquisadores e profissionais da Computação a submeterem artigos técnico-científicos, apresentando os resultados de suas pesquisas científicas ou de aplicação tecnológica. Apesar de o tema central neste ano estar direcionado ao paradigma de Internet das Coisas (IoT), os trabalhos a serem submetidos à EPOCA 2017 não estão limitados a ele, podendo, portanto, abordar tópicos e aplicações em:

  • Algoritmos e Estruturas de Dados
  • Análise de Dados e Business Intelligence
  • Aplicações para Dispositivos Móveis
  • Arquitetura de Computadores
  • Bancos de Dados
  • Big Data
  • Cidades Inteligentes
  • Computação em Nuvem
  • Computação Gráfica
  • Engenharia de Software
  • Gerenciamento de Projetos
  • Gestão de Tecnologia da Informação
  • Inclusão Digital
  • Informática Médica
  • Informática na Educação
  • Inteligência Computacional
  • Interação Humano-Computador
  • Internet das Coisas
  • Jogos Digitais
  • Linguagens de Programação
  • Lógica Computacional
  • Métodos Formais
  • Otimização Combinatória
  • Processamento de Imagens
  • Processamento de Linguagem Natural
  • Realidade Virtual e Aumentada
  • Redes de Computadores
  • Redes de Sensores sem Fio
  • Robótica
  • Sistemas de Apoio a Decisão
  • Sistemas de Informação
  • Sistemas Colaborativos
  • Sistemas Distribuídos
  • Sistemas Embarcados
  • Sistemas Hipermídia, Multimídia e Web
  • Sistemas Operacionais
  • Sistemas Paralelos e de Alto Desempenho
  • Sistemas Ubíquos
  • Software Livre
  • Teoria da Computação

Instruções para submissão de artigos

Os artigos devem ser escritos em português ou inglês seguindo o modelo para elaboração de artigos da SBC, disponível neste link. As submissões deverão ser realizadas exclusivamente em formato PDF através do sistema JEMS da SBC, através do endereço https://submissoes.sbc.org.br/.

Serão aceitos dois tipos de submissão:

Artigos completos. Estes artigos descrevem trabalhos de pesquisas já concluídas ou em estágio avançado de desenvolvimento, com ideias e resultados inovadores e seguindo metodologia científica adequada. Devem ter entre 8 e 10 páginas, incluindo as figuras, tabelas, diagramas, referências e anexos.

Artigos curtos. Estes trabalhos descrevem trabalhos em andamento que ainda não apresentaram resultados consolidados. Devem ter até 4 páginas, incluindo as figuras, tabelas, diagramas, referências e anexos.

Os trabalhos submetidos não devem ter sido publicados anteriormente e nem estarem em processo de avaliação ou edição para publicação em outro lugar. Além disso, o artigo deve conter um mínimo de 40% de conteúdo novo e original com relação a trabalhos anteriormente publicados pelos autores. Todas as submissões serão avaliadas por no mínimo dois membros do Comitê de Programa da EPOCA 2017 com base em sua relevância, originalidade, apresentação, solidez técnico-científica e contribuição para o estado da arte ou estado da prática em Computação.

Os autores de artigos aceitos terão um prazo para submissão de uma versão final implementando as melhorias sugeridas pelos revisores. Esses artigos serão publicados de forma digital nos anais da EPOCA 2017, condicionados à inscrição de pelo menos um dos autores no evento. A inscrição de cada autor só dá direito à publicação de um artigo. No caso de autores com mais de um artigo aceito, deve haver uma inscrição distinta para cada artigo, sendo que para a apresentação de trabalhos distintos com o mesmo autor, esta pode ser realizada pela mesma pessoa. Artigos aceitos que não tenham sido apresentados no evento (no-show) serão removidos dos anais.

Datas importantes

Submissão de artigos: 10 de setembro de 2017 17 de setembro de 2017 (23h55, horário de Brasília)
Notificação aos autores: 11 de outubro de 2017
Envio de versão final: 17 de outubro de 2017

Programação

Em breve

Inscrições

Em breve

Local

A EPOCA 2017 será realizada em Natal, capital e maior cidade do Estado do Rio Grande do Norte, um destino brasileiro conhecido no país e no mundo. A "Cidade do Sol" (como é conhecida tanto nacional quanto internacionalmente) possui um clima agradável e um sol brilhante durante todo o ano, além de atrair milhares de visitantes brasileiros e estrangeiros a cada ano por suas belas praias, gastronomia e hospitalidade de seus habitantes. Mais ainda, Natal está se tornando o berço de um parque tecnológico voltado para a Tecnologia da Informação, envolvendo academia e os setores público e privados como um ambiente propício para a difusão da ciência, tecnologia e inovação, além de contribuir para o desenvolvimento econômico e social da cidade.

As atividades da EPOCA 2017 ocorrerão no Instituto Metrópole Digital (IMD), localizado no campus central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Nos eixos relacionados a ensino, pesquisa e extensão em Computação, o IMD visa atuar na formação de recursos humanos nos níveis técnico, de Graduação e de Pós-graduação, contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação, e também promover o empreendedorismo através do relacionamento com empresas e incubação. Mais especificamente, as atividades ocorrerão no Auditório B205 do Centro Integrado de Vocação Tecnológica (CIVT), uma das grandes e modernas infraestruturas físicas do IMD que inclui vários laboratórios de ensino e pesquisa e espaços para atividades de inovação e empreendedorismo.

Instituto Metrópole Digital (IMD)
Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
Av. Cap. Mor-Gouveia, s/n, Lagoa Nova - Natal-RN

Como chegar

Chegando a Natal de avião. O maior aeroporto no Estado do Rio Grande do Norte é o Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante—Governador Aluízio Alves (NAT), que serve Natal e sua Região Metropolitana. Esse novo aeroporto foi aberto em maio de 2014 e é considerado um dos melhores aeroportos do Brasil, de acordo com enquetes recentes. Natal não é um grande hub no Brasil, mas há voos diretos de Natal para outras cidades brasileiras maiores, como Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Há também alguns poucos voos internacionais vindo de/para Portugal, Argentina e Itália. Você pode encontrar maiores informações no website do Aeroporto de Natal.

Chegando a Natal de carro. A rodovia federal BR-101 é o acesso mais importante ligando Natal a outras cidades do Nordeste (João Pessoa, Recife e Salvador) e ao Sudeste/Sul do Brasil pela costa norte-sul. Para quem vem de cidades como Fortaleza e Teresina, outro acesso comum é a rodovia federal BR-304, que vem do oeste do Rio Grande do Norte.

Chegando a Natal de ônibus. A principal estação de ônibus do Rio Grande do Norte é a Rodoviária de Natal/Terminal Rodoviário Severino Tomaz da Silveira, no bairro Cidade da Esperança. Existem várias empresas de ônibus realizando rotas dentro do Rio Grande do Norte e de/para todas as maiores cidades do Nordeste. Exemplos conhecidos são a Viação Nordeste, Viação Progresso, Expresso Guanabara e Cia São Geraldo de Viação. Você pode consultar seus respectivos websites para tabelas de horários e compra de passagens.

Chegando ao IMD-UFRN. Várias linhas de ônibus local param próximo ao IMD vindo de diferentes regiões de Natal: você pode pegar as linhas 10/29, 31, 48, 57, 63 e 66, todas tendo um letreiro com a palavra "Campus". Você também pode utilizar aplicativos como o Google Maps ou o Waze para traçar sua rota e tomar um taxi, Uber ou seu carro próprio. Existe ainda a linha Circular (588), gratuita, que percorre o Anel Viário do campus central da UFRN.

Organização

Coordenação Geral
Everton Cavalcante (UFRN)
Frederico Lopes (UFRN)

Coordenação de Comitê de Programa
Francisco Dantas (UERN)
Nélio Cacho (UFRN)

Comitê de Programa

Alberto Signoretti (UERN)
Anchieta Gomes (IFRN)
Anderson Souza (UERN)
André Almeida (IFRN)
Angélica Castro (UFERSA)
Bruno Gurgel (IFRN)
Bruno Oliveira (UERN)
Carlos Albuquerque (UERN)
Carlos Fonseca (UERN)
Daniel Araújo (UFRN)
Demóstenes Sena (IFRN)
Felipe Oliveira (UERN)
Fellipe Aleixo (IFRN)

Frederico Lopes (UFRN)
Isaac Filho (UERN)
Karla Ramos (UERN)
Lyrene Silva (UFRN)
Marjory da Costa-Abreu (UFRN)
Márcia Lucena (UFRN)
Plácido Souza Neto (IFRN)
Raul Paradeda (UERN)
Rosiery Maia (UERN)
Sebastião Alves Filho (UERN)
Tadeu Oliveira (IFRN)
Wilfredo Blanco (UERN)

Realização

Organização

Apoio Financeiro